“A CIRURGIA EXIGIU DO CORPO MÉDICO UMA VERDADEIRA OBRA DE ARTE”

(Do general Otavio Rêgo Barros, porta-voz da Presidência da República, em seu briefing após a operação do presidente Bolsonaro. O  contexto em que a frase ase insere é: ““As aderências exigiram do corpo médico verdadeira obra de arte.  A obra de arte é o trabalho espetacular. O estado da arte que é o Albert Einstein, o estado da arte da equipe de médicos. E a forma como o presidente foi tão bem recebido, acolhido afetivamente, emocionalmente aqui, segundo O Antagonista)

0 visualização