A SUA FAMÍLIA PODE SER CONSIDERADA UMA FAMÍLIA ÉTICA?

Por RENATA MALTA VILAS-BÔAS

Com tantas formas de família, você sabe o que é a família ética ?

Essa expressão foi divulgada pela primeira vez por um economista em 2018, e para ele a família ética é aquela que não é apenas unida pelo aspecto afetivo, mas também pela responsabilidade e obrigações de cada um dos integrantes da família.

Quando analisamos a evolução histórica das famílias brasileiras, encontramos diversas espécies, conforme o tempo que iremos analisar.

Antes da Constituição Federal de 1988, a única família reconhecida pelo sistema jurídico era a família formada pelo casamento, o que apresentava e apresenta uma série de direitos e deveres.

Com o marco da Constituição Federal de 1988, surgem diversas outras formas de família, e a base delas é a afetividade, apresentando também direitos e deveres.

Com a pandemia, e a entrada do Covid-19 em nossa vida, de forma direta ou indireta, toda a sociedade passa por uma transformação e com a família isso não seria diferente.

E assim, aquele conceito, primeiramente delineado em 2018, agora em 2020, vem com força total.

Inúmeras famílias passaram a ter uma hiperconvivência. Se antes o normal era sair de casa pela manhã e só retornar no final do dia, quando a família voltava a se reunir. Agora, o convívio, em muitos lares é de 24 horas por dia, durante 7 dias da semana.

E é o teletrabalho do pai, da mãe, as atividades escolares das crianças - cada qual na sua faixa etária. Sem empregadas domésticas. A nova família precisa se adaptar.

A estrutura física normalmente não estava adaptada para ter todo mundo em casa ao mesmo tempo, exercendo atividades que demanda espaço e tranquilidade...

Cada um dos componentes da família tinha a sua própria rotina, com as suas manias ...

Agora, está todo mundo em casa...

Assim, a responsabilidade dos adultos aumentou, não podendo apenas um ficar sobrecarregado enquanto que o outro não. As tarefas do lar precisam ser revistas, repartidas entre cada um dos membros dessa família, conforme regras e horários pré-estabelecidos.

Ensinar para as crianças a manter a casa arrumada e limpa, desde a mais tenra idade, passou a fazer parte da rotina essencial dessa família.

Trabalhar as questões de higiene e limpeza com todo o rigor para evitar a contaminação, se antes era considerado como sendo uma coisa de pessoa com mania de limpeza, agora, passou a ser considerado como algo inerente à nossa própria sobrevivência, e portanto importante.

Passamos por uma revisão total sobre os interesses comuns dos membros da família - o que os une em decorrência da afetividade, mas também o que os afasta, em decorrência das obrigações caseiras que precisam ser feitas/cumpridas.

Novos tempos virão, e percebe-se que além da afetividade, o que irá manter muitas famílias unidas é como elas se estruturaram e conseguiram cumprir as suas tarefas pessoais/profissionais em conjunto com as tarefas do lar, nesse período de pandemia.


#renatavilasboas #direitodefamília #familia #vidaemfamília #famílianaquarentena #quarentena

Conheça a nossa articulista Renata Malta Vilas-Bôas e acesse as suas redes sociais na sua Coluna Semanal Vida em Família: Questão de Direito: https://www.cartapolis.com/vidaemfamilia