ACORDO DA PETROBRAS NOS EUA LEVARÁ MELLON A PAGAR O QUE DEVE AO POSTALIS

O BNY Mellon, como é banco sério e tri-centenário, vai respeitar a isonomia do acordo acertado pela Petrobras com seus acionistas norte-americanos perante a Justiça de Nova Iorque, deve pagar imediatamente a indenização devida ao Postalis, fundo de pensão dos Correios pelo rombo causado à fundação de previdência dos seus empregados. Isso, para não ter que encerrar suas operações no Brasil e manter sua imagem internacional de instituição respeitável. Com os R$ 9,8 bilhões que deverá devolver, o Mellon levará vantagem, pois a Petrobras pagou US$ 2,95 bilhões

1 visualização