Apenas 21 dias

Atualizado: 2 de Mar de 2020

Por CARLOS NAVARRO

Como eu havia dito no meu artigo anterior, muitas vezes quando ouvimos a frase “até que a morte os separe” em cerimônias de casamento imaginamos os noivos com idade avançada, geralmente que a mulher será a viúva com filhos já adultos, netos e talvez bisnetos......


Não nos damos conta de que tal frase possa acontecer bem antes desse cenário imaginado por alguns dos presentes, na cerimônia, mas, infelizmente, acontece!


Por um acidente, por uma fatalidade, pela falta de segurança em nosso país.


Mas, queridos leitores, eu ainda sinto uma mescla de todos os fatores, sim, pois entre receber a notícia, de um médico, e a partida de minha esposa, foram apenas 21 dias!


Então, foi como se recebesse a notícia de um acidente, de uma bala perdida, de um infarto!


O que posso dizer é que a sensação de inércia perante a notícia de que “seu amor” vai partir e as chances de cura são de 1%, é algo que não se pode descrever ou escrever.


Você só se pergunta: como não percebi?


Estava tudo bem, ela foi realizar exames para retirada da vesícula e retornamos para casa com esse diagnóstico?


Como conversar? Como olhar para os filhos, pequenos ainda? Como ela como mãe e grande mãe que é, está se sentindo? Como um médico fala na frente dela que infelizmente ela só tem 1% de chance de sobrevivência?


Eu que nos últimos 18 anos, alucinadamente, a poupei de notícias ruins, pois só queria ver seu sorriso, não pude evitar a pior notícia que ela poderia receber!


Ah! Queridos leitores, a vida nos coloca em cada situação, e na hora você ainda não sabe lidar com ela, mas que te fortalece para o que está por vir.


Pois em 21 dias tudo mudou!


***


Leia o primeiro capítulo dessa linda história de amor: https://www.cartapolis.com/post/at%C3%A9-que-a-morte-nos-separe


11 visualizações