BANCOS SÓ QUERIAM UMA COISA DE MEIRELLES, E ELE NÃO LHES DEU

Os bancos, força nutriz do mercado, só queriam uma coisa do ministro Henrique Meirelles: que ele aprovasse a Reforma da Previdência, não pelo bem da sociedade mas para instituir os plenos de previdência privada em lugar do INSS. Como a reforma gorou, Meirelles perdeu o status que detinha junto aos banqueiros. Agora é um pré-candidato a presidente de si próprio, não mais dos bancos.

1 visualização