BIFÃO DA MADRUGADA

Por ANDRE R. COSTA OLIVEIRA



Entre uma maratona e outra de programação na Netflix sempre rola uma fome básica.


E comer carboidrato em plena madrugada - digo por experiência própria - não é uma ideia das mais inteligentes.

Quando você for ao açougue, compre sempre uma peça boa de alcatra (coração ou maminha), peça para que seja cortada em bifes altos e não retire toda a gordura. Deixe sempre alcatra em casa. Você vai perceber que o melhor bife do mundo é o de alcatra.

Tempere dois pedaços com sal e alho somente. Coloque-os na frigideira de ferro, com manteiga já bem quente (não se atreva a usar margarina, digo isso sempre). Dê um toque de molho Worcestershire. Deixe que frite. Com uma colher, banhe os pedaços de carne com o líquido da própria panela. Sirva preferencialmente mal-passado.

O acompanhamento: improvisei um pouco de molho de tomate, um resto de carne moída que achei na geladeira, milho, ervilhas, alho e cebola picados e parmesão ralado, tudo misturado na mesma panela que utilizei nos bifes.

Deguste, volte para o quarto, escove os dentes e prossiga na maratona.


***

Siga o perfil Gastronomia com Letras no Instagram:

https://www.instagram.com/gastronima_com_letras_2020/


14 visualizações