CADA UM NA SUA

Por PAULO BEZERRA


Nós temos direito a lutar por melhorias e a sonhar com um futuro melhor. Afinal, o nosso suor é para termos mais qualidade de vida. O problema é que algumas pessoas levam isso muito à risca, perdem tempo e nem pensam duas vezes quando aparece a oportunidade de adquirir o que desejam.


Meu avô tinha um ditado que era: “cada um na sua”, é claro que não devemos nos conformar com o que temos quando o que temos é insuficiente, mas querer o que não podemos pode nos levar a diversos lugares, exceto à uma tranquila felicidade.


Muitas vezes o que cobiçamos não é o que realmente queremos e de fato diversas vezes nem o que nos apetece sabemos. Dirigimos o carro do vizinho, moramos na casa de terceiros, e até o esporte que praticamos não é nosso. Mas como assim? Nosso carro, onde moramos e como nos exercitamos pode não ser o que queremos, pode ser para dar satisfação para os outros.


Aquela praia paradisíaca não significa nada para quem para lá vai mas preferia estar fazendo um ecoturismo. Comer um sushi no restaurante badalado e postar a foto, para quem é carnívoro pode não significar nada, além do status. Comprar geladeira de duas portas que seu patrão ou colega tem, mas que não combina com o espaço da sua cozinha, pode trazer é desconforto.


Se todos estão viajaram para aquele destino chique, você está de férias, para onde você vai? Para o mesmo lugar? Se for para poder dizer que foi é o mesmo que gastar dinheiro e até mesmo se encher de dívidas para postar algo para quem não paga suas contas. E pior, gastar os preciosos dias de férias em função de quem por vezes, nem faz de fato parte da sua vida.


Roupas, restaurantes, e inúmeras coisas adquiridas, por vezes com sacrifícios, podem ser sonhos dos outros. Vivamos a nossa vida, sejamos felizes do nosso jeito, e se duvidar a caixinha ficará até mais gorda.


Realizar o que você almeja consumirá seus esforços e economias, mas, tudo bem, você fez jus, mas gastar por aquilo que você nem sequer gosta para alegrar ou dar satisfação aos outros é uma forma besta de minguar sua caixinha.


Vejamos bem a definição popular de status, que é: “Status é comprar o que você não quer, com o dinheiro que você não tem, pra mostrar pra quem você não gosta uma pessoa que você não é”.


Então, fique na sua e gaste só com o que lhe traz felicidade e não com futilidades.


Seu bolso agradece!


***

#economia #poupança #gastos #contas #dívidas #pagamentos #economizar #poupar #educaçãoparaoconsumo #consumo #finanças #dinheironacaixinha #covid19 #paulobezerra


Conheça o nosso articulista Paulo Bezerra e leia outros artigos de sua autoria: https://www.cartapolis.com/educacao-para-o-consumo

19 visualizações

Posts recentes

Ver tudo