CASO BEBIANNO PASSOU DO MEIO DIA E TENDE A PERDER FORÇA



A informação  abaixo é de Guilherme Amado,da Época On Line:

“Carlos Bolsonaro está desde ontem incitando deputados contra Gustavo Bebianno. A um deles, pediu que fosse à tribuna pedir a cabeça do ministro do pai.”

O que eu digo: passou do meio dia em uma solução, o vaso Bebianno tende a ser levado em banho-maria. Não pode prejudicar a reunião da tarde do presidente com o ministro Paulo Guedes para definir o texto da  reforma da Previdência.

Como o ministro Bebianno disse que não pretende pedir demissão sem falar antes com Bolsonaro, e aguarda decisão do Planalto sobre seu intento, deve se esperar que a crise se estenda por mais um ou dois dias, ou esmaeça de vez, com a entrada em campo dos “bombeiros”.

Por sua vez o ministro Sergio Moro está com a chace da solução da crise na mão, ao receber missão delegada do presidente, com carta branca  para investigar via Polícia Federal dos dois casos de laranjas do PS. A senha  palaciana poderá ser: vamos aguardar o final da investigação de Moro.

1 visualização