COMO ACABAVA A GREVE DOS CAMNHONEIROS NOS TEMPOS DE GEISEL

Na sua época como presidente, Ernesto Geisel deparou-se com uma greve dos caminhoneiros, se bem que em proporções bem menores que a atual. Mas nem assim o general-presidente deixou de agir com cortante força de dissuasão. “Comigo, não!” bradou ao general João Figueiredo, chefe dol SNi, chamado para tonar providências urgentes para dissolver a greve. Geisel foi mais explícito: “Faça assim. Pegue uma lagarta (carro de combate tipo tanque com enormes equipamentos laterais) leve para a rodovia onde existe um piquete e jogue três caminhões para fora da estrada.” Ordem, dada. ordem cumprida. A greve acabou em um dia ante a visão dos caminhões derrubados nas margens da rodovia.

1 visualização