DECLARAÇÃO DO MINISTRO FOI TAPA NA CARA DA CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA

Nem o mais fanático dos conservadores que se postam ao lado do governo Bolsonaro teria o atrevimento de dar uma tapa na cara da civilização brasileira como fez o ministro Ricardo Salles ao ofender a memória do sertanista Chico Mendes.

O ministro do Meio Ambiente prestou um enorme favor aos que se posicionam no exterior e aqui dentro para enfraquecer o Brasil na soberania sobre a Amazônia, agora que se a que se arvoram planos como Triplo e Corredor Ecológico-Amazônico, ambos  de indisfarçado domínio.

Debilitar a memória de Chico Mendes é retirar uma viga mestra da autonomia para decidirmos sobre a Amazônia por nós mesmos.

O ministro canibalizou uma legenda e deve pedir desculpas à nação.

0 visualização