DOUTOR MAGALHÃES ADVERTIA: DEMISSÕES, SÓ DEPOIS DO CARNAVAL

A propósito das demissões de comissionados que o governo Bolsonaro está fazendo à guisa  da “despetização” promovida pelo ministro Onyx Lorenzoni, e que nesses últimos dias perderam a força inicial, sempre é bom relembrar as lições dos mais velhos.

O velho Magalhães –  para muitos e respeitosamente o Dr. Magalhães,  para a historia política, o senador, deputado e governador Magalhães Pinto – tinha sua filosofia em relação a demissões e sobre o tempo certo de se fazer s coisas.

Banqueiro na política ele  empregou no Banco Nacional de sua propriedade um método de trabalho que se tornou conhecido quando um diretor lhe apresentou num final do ano uma lista imensa de demissões.

– Meu filho, não faça isso. Estamos perto do Natal. Na época de Natal não se demite,  disse ele .

Passado o Natal, o mesmo diretor voltou com a lista de demissões. Com um sorriso maroto, Magalhães replicou:

– Meu filho..nada acontece no Brasil entre o Natal e o Carnaval. Deixe para depois do Carnaval..

Esse é um bom ensinamento para governos apressados em limpar a área linearmente, arriscando-se a ficar sem gente qualificada para tocar o barco.

.

1 visualização