ESTÁ PROVADO: EM POLÍTICA BONS CABRITOS NÃO BERRAM

Em política, não existem verdades eternas, nem derrotas por muito tempo sofridas.

O que se viu na sessão que elegeu o presidente do Senado foi, após a votação, dois bons cabritos da política que estavam em cerrada oposição a Davi Alcolumbre expressarem todo o seu instinto de sobrevivência.

Os senadores Eduardo Braga (MDB e Humberto Costa (PT) eram só reclamos irritados à mesa, entrecortados por manifestações de protesto, associando-se ao bloco de Renan Calheiros, mas só enquanto a sessão preparatória transcorria.

Bastou que se anunciasse o resultado final para que os dois revoltados fossem aos microfones de tão mansos que pareciam cabritos compassivos que baliam em homenagem ao novo presidente.

Política é um velho rio que não muda de margens.

0 visualização