FUTURO MINISTRO DA SEGURANÇA PODE NÃO SER DELEGADO, MAS JURISTA

Chamou a atenção a qualidade dos nomes de juristas convidados pelo Palácio do Planalto para compor a bancada de representantes da sociedade civil na reunião do Conselho da República. São os juristas Carlos Mário da Silva Velloso, Jorge Luiz Macedo Bastose e Francisco Caputo Neto, o “Kiko”. Muitos viram nesses perfis togados uma opção de futuro ministro da Segurança Pública, já que o governo não quer um delegado de polícia mas um nome de respeito nos tribunais superiores.

1 visualização