LULA, QUE DIZIA “SARNEY NÃO É PESSOA COMUM”, AGORA TAMBÉM É INCOMUM

“Sarney não é uma pessoa comum”, disse Lula, então presidente, em 2009, quando se solidarizou com o então presidente do Senado José Sarney, acusado de ter decretado atos secretos na presidência da casa A doutrina Lula agora é usada pela senadora Glejisi Hoffmann, que, em oração junto a militantes, à beira do presídio da Policia Federal, invocou que “Lula não é uma pessoa comum” e deve ser imediatamente solto. Pergunta-se : quais os critérios de se tornar uma pessoa incomum neste Pais?

1 visualização