MAIA, MAIOR VÍTIMA DA GREVE DOS CAMINHONEIROS

Com sua manobra oportunista de votar a isenção total do PIS-Cofins, o que representaria um prejuízo de R$ 8 bilhões aos cofres públicos, deputado Rodrigo Maia granjeou uma tão má repercussão de seu gesto que tirou do presidente Michel Temer o galarão de maior vítima da grev e dos caminhoneiros. Ultrapassou o limite da irresponsabilidade.

0 visualização