MARCADAS NOVAS ELEIÇÕES NA FECOMÉRCIO DF PARA 6 DE FEVEREIRO

O Portal da Fecomércio DF confirma as novas eleições para presidente da entidade em 6 de fevereiro:.

“A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Distrito Federal (Fecomércio-DF) realizará no dia 6 de fevereiro uma eleição para escolher o próximo presidente da entidade. A decisão foi tomada nesta segunda-feira (28), em comum acordo entre a Fecomércio-DF e a Confederação Nacional do Comércio (CNC), com o objetivo de harmonizar o procedimento eleitoral praticado pela instituição brasiliense com o praticado pela CNC. Os eleitores serão os diretores efetivos da Fecomércio. O próximo presidente cumprirá um mandato de três anos e meio, até 2022, substituindo o empresário Adelmir Santana, que renunciou ao cargo em 7 de janeiro.

A Fecomércio-DF está sendo conduzida atualmente pelo presidente Francisco Maia, primeiro vice-presidente da entidade. “Trata-se de mais um passo para prestigiar as práticas da CNC e reconstruir a proximidade com o Sistema Confederativo”, ressalta Francisco Maia. Também ficou decido, conjuntamente com a Confederação Nacional do Comércio, que será feita uma verificação nas contabilidades do Sesc e do Senac no DF, avocatória, para dar mais segurança à nova presidência, de forma que seja identificado o estágio em que se encontram as contas dessas instituições até 2018.”

VERSÃO DE FRANCISCO MAIA, ELEITO EM 18 DE JANEIRO: 

“Como todos sabem, fui eleito Presidente da Fecomércio-DF no último dia 18 de janeiro. A eleição se deu pelo Conselho de Representantes unicamente porque essa é uma regra do nosso Estatuto. Embora alguns aliados insistissem que a eleição era pela Diretoria, me  curvei a orientação da assessoria jurídica Fercomécio-DF, que indicou ser a eleição de competência do Conselho de Representantes.

Não sei se vocês sabem, mas um grupo de oposição não se conformou com essa orientação e ingressou com ação judicial para impedir a eleição. Não obtiveram sucesso e dela desistiram. No dia da eleição, nenhuma questão de ordem foi levantada nesse sentido e fui confirmado em definitivo na presidência. Mais ainda, ao final da votação recebi o compromisso quase unânime, inclusive de quem havia entrado com a infrutífera ação judicial que, não foi isso o que aconteceu. Surpreendentemente, foram à CNC denunciar “vício” no processo. Não querem a pacificação!! Mas assumi com o intuito de harmonizar a nossa Fercomércio e retomar o necessário, mas interrompido contato com a CNC! Esse é o meu único objetivo.

Lamento que alguns companheiros, que deveriam também trabalhar pela união de nossa Fercomércio-DF e recompor com a nossa CNC, resolvam promover a discórdia, suscitar inverdades e prejudicar o retorno ao salutar convívio com nossa entidade Nacional. Jamais me deixarei envenenar pelas inverdades que estão sendo lançadas por uma minoria. Para mim, não vale tudo. Para mim, o mais importante é continuar com o debate profícuo, democrático e justo. A verdade sempre prevalece.

Chico Maia

Presidente da Fecomércio-DF”

Novas eleições

1 visualização