MESMO CONTRA BOLSONARO, TEMER NÃO DEVERÁ VETAR AUMENTO DOS MINISTROS DO STF

Temer não deverá vetar o aumento de 16% nos salários dos ministros do Supremo Tribunal Federal, mesmo que o presidente eleito Jair Bolsonaro tenha em duas ocasiões emitido recados indiretos incentivando-o a fazê-lo.

Isso porque está lógico que Temer não pode ficar contra o Judiciário nesse momento delicado de sua vida.

O presidente atual estará até mesmo colaborando com seu sucessor, ao não vetar, pois logo a seguir virá o aumento dos militares, aos quais Bolsonaro terá que atender. Os militares usarão o pretexto do aumento ao STF.

Não esquecer que o próximo será não um governo de militares mas um governo com muito militares.

A oposição vai espernear, mas os tempos e as prioridades mudaram com a eleição .

O presidente eleito tem que usar sua popularidade e a ameaça militar para fazer as mudanças que a economia precisa .

Já os políticos.  esses vão querer forçar o toma lá dá cá , mas se o Bolsonaro ceder, acaba o governo

0 visualização