MORO ACEITA SER MINISTRO MAIS FORTE DE BOLSONARO

Quando às 10h45 de hoje o juiz Sergio Moro aceitou ser ministro da Justiça e Segurança Pública, que abarcará os ministérios da Transparência e Controladoria-Geral da República, estava na verdade aceitando ser o ministro mais forte do governo de Jair Bolsonaro.

O presidente eleito deu-lhe tudo o que foi pedido por Moro mais alguma coisa.

Ainda concedeu-lhe o COAF, o conselho que persegue a lavagem de dinheiro arrancando-o da estrutura do futuro Ministério da Economia de Paulo Guedes.

Bolsonaro,  pelo twitter,  confirmou a indicação mais importante de seu governo.

1 visualização