Não Planejou? Pague o Preço!

Por PAULO BEZERRA


Fazemos planejamentos para comprar imóvel, veículo e contratar aquele pacote (não viajo de pacote, faço tudo sozinho e pago muito menos), mas não pensamos antecipadamente para pequenas compras, como até mesmo aquela água numa tarde quente no semáforo (falarei mais no final).


Estivemos (eu e minha esposa) em Las Vegas em agosto de 2015, era pleno verão, com as temperaturas em 43ºC no meio da tarde. Saímos cedo do hotel para pequenas compras de eletrônicos. Na avenida principal da cidade (Strip) só passa um ônibus turístico com tarifa de USD 8,00, válida por 24 horas. Optamos por caminhar até a pista perpendicular para pagarmos apenas duas tarifas (de USD 2,65), totalizando USD 5,30 para ida e volta, com uma economia de USD 2,70.


Quando voltamos, com algumas sacolas descemos do coletivo e chegamos na Strip, onde precisaríamos caminhar por 1,5km até o hotel. Minha esposa sugeriu pagarmos USD 8,00 e pegar o transporte público. Eu falei que pela nossa falta de preparo e de planejamento eu me recusaria a pagar novamente, pois se tivéssemos planejado antecipadamente poderíamos ter comprado o bilhete de 24 horas.


O planejamento é essencial para as pequenas coisas, economizamos USD 2,70, mas poderíamos ter tido um gasto extra de USD 5,30 por não termos comprado o passe de 24 horas.


Voltando à água, pois é, eu não compro água no meio do trânsito porque em pouco tempo chegarei em algum lugar, não serão alguns minutos que me matarão de sede dentro do carro com ar condicionado ligado (raramente ligo, prefiro abrir o vidro e aproveitar o que a natureza nos oferece).


O mesmo vale para goma de mascar, balinhas, paçoca, refrigerante, chocolate e pequenas guloseimas que compramos no meio da rua, essas mesmas delícias são encontradas no atacadão (ou distribuidor de balas) por um terço do preço ou menos. Aquele do retrovisor pode ser comprado se a intenção for fazer uma boa ação e ajudar.


Mas a água só custa aquelas moedinhas que estão no console do carro. Não é pelo valor, pois é nas pequenas coisas que se economiza. Se eu sempre comprasse água na rua eu adotaria o hábito de ter sempre uma garrafa térmica com água gelada e cuja procedência eu conheço, pois até falsificação de água acontece.


A sua caixinha agradece até as moedinhas.


#PauloBezerra