“NÃO SERÁ NECESSÁRIO NESTA CAMPANHA PROMETER SOFRIMENTO, SANGUE, SUOR E LÁGRIMAS”

(Do economista José Roberto Mendonça de Barros, um dos formuladores do programa do pré-candidato Geraldo Alckmin. O contexto de sua frase foi que a sociedade não precisa ser sacrificada para depois colher os benefícios de um ajuste”. Completou: “Não acho que seja o caso primeiro de dar um grande tranco para depois voltar a crescer”, disse. Inflação e taxa Selic em níveis baixos combinadas a uma situação externa confortável permitiriam fazer reformas como a da Previdência e a tributária em um ambiente de crescimento, segundo a Folha)

0 visualização