Os grandes partidos estarão abandonando as candidaturas majoritárias para priorizar eleger o maior n

Os grandes partidos estarão abandonando as candidaturas majoritárias para priorizar eleger o maior número de deputados federais. O raciocínio é o de que a partilha do Fundo Partidário terá por critério aumentar a proporção de quem tiver mais cadeiras na Câmara. Práticos e realistas, os chefões das legendas canalizarão para os candidatos a deputado federa a maior cota dos recursos, preterindo os concorrentes a governador e senador. O MDB, claro, por ser hoje o maior partido e diretórios e filiados terá mais dinheiro para dar à sua nominata de candidatos à Câmara, pelas mãos de seu todo-poderoso presidente, senador Romero Jucá.

0 visualização