Relacionamento Interpessoal na Organização

Atualizado: Fev 17

Por LUCINEIDE CRUZ


Conviver bem com outro ser humano por oito, seis, quatro ou até mesmo por uma hora cotidianamente pode ser desafiador, porém, conviver mal neste mesmo período de tempo não é algo desejável.


Relacionamento interpessoal está atrelado ao vínculo, a relação entre duas ou mais pessoas. Ter um bom relacionamento interpessoal no ambiente de trabalho implica em conseguir conversar e conviver harmoniosamente com as pessoas.


Ter este tipo de convivência, nem sempre é tão simples ou tão fácil. Há pessoas que possuem uma péssima relação consigo mesma, ou seja, relacionamento intrapessoal ruim e isto acaba refletindo no relacionamento com os demais, seja por ela estar constantemente de mau humor, ser agressiva ou até mesmo ríspida com as palavras.


Os desafios da convivência, não terminam em ter que conviver com pessoas que brigam com o mundo, há também as que por vezes, podem estar passando uma fase, como uma separação, a doença de um familiar, problemas financeiros ou com os filhos e isto acabe refletindo na forma como fala e trata as pessoas.


Ninguém escapa das surpresas negativas que ocorrem na vida e raramente todos em um ambiente de trabalho, irão conseguir lidar de forma serena com as surpresas.


Conviver com pessoas, principalmente no ambiente de trabalho ou em ambientes que possuem o tempo pré-determinado que estarão juntos, nem sempre é tão simples, pois fatores externos à organização podem impactar nela.


Empatia, colocar-se no lugar do outro, pode ajudar a construir pontes e melhores relações. Há também algumas técnicas que ajudam a aprender a se relacionar melhor com as pessoas no ambiente de trabalho.


O Portal Forbes descreveu treze tipos de colegas de trabalho e deu dicas sobre como lidar com eles:


Como Lidar com Diferentes Tipos de Colegas


Tanques

Como eles agem: são insistentes e controladores e, caso alguém esteja no caminho deles, eles o tirarão como se fosse um obstáculo.


Como lidar com eles: como estão sempre focados em fazer tudo rápido, é preciso ser direto. Assim, eles não acham que é uma perda de tempo.


Atirador

Como eles agem: dissimulados e manipuladores, eles exploram a fraquezas dos colegas e os ofendem pelas costas.

Como lidar com eles: enfrente-os. Quando eles se sentem confrontados e têm de se explicar, costumam fraquejar. Talvez seja preciso agir assim algumas vezes até que eles parem.


O sabe tudo

Como eles agem: esse são aqueles que têm muito conhecimento e sabem disso. Eles costumam falar demais e ouvir pouco, por isso não aceitam ideias alheias.

Como lidar com eles: tente prever como eles vão rejeitar suas ideias. Comece uma frase com “sei que o orçamento pode não ser o suficiente, mas…”. Mostre respeito e admiração e faça perguntas.


Acha que sabe tudo

Como eles agem: são aqueles que não sabem muito, mas acham que sim. Falam demais e exageram em tudo para chamar atenção.

Como lidar com eles: dê um pouco de atenção a eles e depois mostre as falhas nos argumentos. Fale coisas como “fico feliz que tenha mencionado isso”, e então faça perguntas que exponham que eles não sabem do que falaram.


Explosivo

Como eles agem: eles gritam e fazem escândalo, explodem de raiva e são temperamentais demais.

Como lidar com eles: dê um tempo para que eles se acalmem. Depois, fale com a pessoa e converse com ela, tente entender o problema e ofereça ajuda.


Aceita tudo

Como eles agem: sempre dizem sim para tudo, mas dão continuidade a poucas coisas. Assim, deixam muito trabalho inacabado e promessas sem cumprir.

Como lidar com eles: eles querem aprovação, então, quando falar com eles, tente fazer com que se sintam tranquilos o suficiente para serem sinceros. Tente ajuda-los a se comprometerem mais e a estabelecerem prazos e planos para não deixarem nada pela metade.


Indeciso

Como eles agem: por serem indecisos, esperam até o último momento para darem uma resposta, independente de quão importante for o assunto.

Como lidar com eles: seja paciente, dê as opções, mostre os pontos positivos e negativos de cada uma delas. Quando eles se decidirem, diga a eles que foi uma boa escolha.


Recusa tudo

Como eles agem: só veem os pontos negativos, rejeitam ideias e falam “não” para tudo. São muito pessimistas.

Como lidar com eles: quando esse tipo de colega começar a te deixar frustrado, concorde com eles, seja ainda mais negativo que eles. Assim, essas pessoas serão obrigadas a ver os pontos positivos, só para tentarem se opor.


Indiferente

Como eles agem: é difícil identificar o que passa pela cabeça deles. Inexpressivos, não demonstram nenhum tipo de emoção.

Como lidar com eles: use o humor para encoraja-los a se expressarem mais, mesmo que seja para falar “sim” ou “não”.


Chorão

Como eles agem: tentam sempre se colocar como vítimas, como se o mundo conspirasse contra eles.

Como lidar com eles: costumam exagerar e generalizar, além de achar que tudo está errado e não tem solução. Faça perguntas específicas a eles, eventualmente alguma das respostas pode ajuda-los a pensar em uma solução.


Juiz

Como eles agem: são aqueles perfeccionistas quase impossíveis de agradar. Eles estabelecem patrões muito altos e julgam todos aqueles que não conseguem alcança-los.

Como lidar com eles: use os comentários deles contra eles, assim, é fácil perceber quão incômodos eles são. Esforce-se para fazê-los perceber como esses julgamentos são incômodos.


Intrometido

Como eles agem: acham que sabem o que é melhor pros outros. Fazem perguntas pessoais, oferecem ajuda sem que tenham pedido e querem mandar na vida alheia.

Como lidar com eles: faça perguntas como “por que você está fazendo essa pergunta?” ou tente mudar de assunto.


Mártire

Como eles agem: vivem procurando aprovação alheia. Oferecem ajuda quando não pedem e esperam algo em troca.

Como lidar com eles: diga “não” de forma direta, mas sem ser grosseiro.


Existem diferentes formas para tratar diferentes pessoas. O que faz o relacionamento interpessoal, algo vivo e dinâmico, pois dependendo com que se esteja relacionando, a maneira que melhor trabalhará a relação será diferente.


Ter um bom relacionamento interpessoal costuma ser um dos requisitos solicitados em processos de recrutamento e seleção, dada a importância de se ter e manter um ambiente produtivo, onde as pessoas se comuniquem e interajam com facilidade.


#relacionamentointerpessoal #forbes #cenários #tendências #lucineidecruz #organizaçãoempresarial


Conheça a nossa colunista Lucineide Cruz e leia outros artigos de sua autoria:

https://www.cartapolis.com/tendencias-cenarios