REVENGE PORN: COMO UMA PESSOA PODE ACABAR COM A VIDA DA OUTRA

Por RENATA MALTA VILAS-BÔAS


Marilu conheceu Marquinhos no Happy Hour com o pessoal do escritório. Ele é amigo de um colega de trabalho, amigo do Gustavo. Foi só colocar os olhos nele que viu que tinha algo que lhe cativava e tocava fundo o seu coração.

Fez de tudo para chamar a atenção daquele rapaz que parecia introvertido, calado e que estava deslocado, na Happy Hour do escritório. Até que numa dessas viradas da sorte, se viu sentada ao lado dele.

Começou a conversar, perguntando o que ele fazia. E ele respondia monossilábico, sem render conversa. Você trabalha? Ao que ele respondia: sim! E era preciso Marilu retomar a conversa para ver se ela espichava.

Marilu tanto fez que consegui o telefone do rapaz e deixou o seu com ele. Mas já estava sem esperanças, afinal, não conseguiram nem estabelecer uma conversa com começo, meio e fim. Parecia apenas um interrogatório por parte da Marilu...

Na segunda-feira o Gustavo comentou com Marilu que o amigo Marquinhos tinha ficado muito interessado nela, mas que estava com vergonha de ligar. E assim, intermediada por Gustavo, Marilu e Marquinhos começaram a conversar. E marcaram o primeiro cinema, primeiro jantar, e o namoro esquentou.

Marquinhos continuava com o jeito introvertido e monossilábico dele Marilu espevitada como sempre. De repente Marquinhos começou a implicar com a mini saia que ela usava, dizendo que aquela não era uma roupa adequada para ir trabalhar. Que se ela quisesse alcançar postos altos na empresa, precisaria passar a imagem de uma profissional respeitada, e uma mini saia não passava essa impressão...

E Marilu concordou com essa ideia, afinal queria mesmo que o trabalho dela fosse reconhecido, e apesar de não entender o que a mini saia tinha a ver com isso, acabou abandonando a mini saia que ela tanto gostava ...

Depois Marquinhos disse que tinha lido numa revista que as mulheres que se destacam na empresa não usavam batom vermelho e nem pintavam as unhas de vermelho, era apenas nude. E para "provar" que ele estava certo mostrou as fotos das princesas da família real inglesa.

Com tristeza Marilu deixou os batons coloridos de lado, bem como as unhas coloridas e aderiu ao Nude - que é cor nenhuma ...

Certo dia Marilu chegou em casa e o Marquinhos veio com uma novidade, disse que para apimentar a relação deles, eles deveriam filmar. Assim, quando ela estivesse longe dele ele poderia assistir.

Marilu resistiu a essa ideia, afinal, para que gravar se estavam juntos? E quando demorava era apenas por causa do engarrafamento.

Marquinhos insistiu e disse que era uma prova de amor, eles fazer isso. E que se ela o amasse então ela faria. E nisso ele a surpreendeu com um lindo conjunto de lingerie de oncinha bem provocante.

Marilu, mesmo reticente acabou concordando e assim, fizeram, ele colocou para gravar no celular dele, porque a câmera era melhor do que a do celular dela, e foi uma noite bem apimentada com ela vestindo aquela minúscula calcinha de oncinha.

No dia seguinte a vida seguiu normalmente e Marilu nem mais lembrava da gravação no celular.

Marquinhos começou a implicar com a Marilu porque ela trabalhava demais e que deveria arranjar um emprego em que ganhasse mais e trabalhasse menos, e que aquela empresa não a valorizava.

Marquinhos sugeriu então que Marilu ficasse em casa estudando para concurso enquanto ele bancava todos os gastos dela. Pois, ela passando no concurso teriam uma estabilidade e assim ela Marilu ficaria mais feliz. E assim, quando cassassem ela já estaria com estabilidade no concurso.

Os argumentos apresentados por Marquinhos foram convincentes, afinal, deixou de usar mini saia, não saia mais com os amigos de trabalho - para parecer séria, conforme Marquinhos lhe disse - e nem usava mais os seus batons coloridos e tão amados. Mas isso não significou uma progressão na carreira, Ao contrário, ela sentia que estava ficando pra trás...

Diante disso Marilu pediu demissão no emprego e foi ficar em casa sozinha com Marquinhos.

Começou a estudar e a se preparar para o concurso, conforme combinado. Mas, tinha dificuldade de conseguir dinheiro para comprar as apostilas e o Marquinhos mostrou muito pão duro. Tudo ele perguntava porque, qual era a vantagem, um verdadeiro interrogatório.

Com o tempo Marilu não aguentou mais continuar vivendo assim, e resolveu arranjar um emprego. Se ela fosse passar em concurso público tinha que ser trabalhando. Resolução tomada foi procurar um emprego.

Cerca de um mês depois, ela conseguiu ser chamada numa grande empresa da cidade, que precisava de um funcionário com as características e formação que ela tinha. Super feliz correu para contar para o Marquinhos.

Por sua vez, Marquinhos recebeu a notícia com uma grande frieza... Marilu não entendeu aquela reação. Afinal, o salário era excelente bem como o horário de trabalho. Tudo que ele tinha reclamado anteriormente !

Aí ele disse para ela: "Eu proíbo você de ir trabalhar lá"

Ao que Marilu respondeu que iria trabalhar lá sim. E que ele não iria lhe impedir, e resolveu ir embora para casa de seus pais, pois não poderia passar uma noite discutindo, afinal no dia seguinte seria o primeiro dia no nosso trabalho.

No dia seguinte, chegou cedo na nova empresa, pois estava muito ansiosa para começar a trabalhar e, assim, na parte da manhã dedicação total ao novo trabalho que nem percebeu que o celular armazenava várias ligações e mensagens.

Quando chegou na hora do almoço, e que ela conseguiu parar, é que foi ver as ligações e as mensagens.

Tinha mensagem dos seus pais, de amigos de desconhecidos. Todos se referindo a um vídeo dela.

Quando ela entrou no grupo da família, viu que o Marquinhos tinha postado o vídeo que eles tinham gravado fazendo sexo para toda a família.

Marilu começou a chorar desesperadamente.

Depois entrou no grupo do trabalho da empresa anterior e lá estava o mesmo vídeo. E assim, foi vendo. Todos os grupos em que o Marquinhos estava, ele disparou o vídeo.

A sua intimidade sendo colocada para todos os conhecidos...

Até que ela percebeu que tinha umas ligações de números desconhecidos e com isso foi tentar descobrir do que se tratava, afinal, pior do que estava, imaginou que não poderia ficar...

Ledo engano...

Marquinhos disponibilizou o vídeo na darknet e ele viralizou, colocou também as suas informações pessoais, como nome e telefone, dizendo que ela estava disponível para novos encontros. E assim, e que surgiram as ligações convidando e marcando encontros.

Já nesse momento Marilu não tinha mais forças para continuar na empresa, não tinha coragem de voltar para a casa dos pais, e nem motivação para continuar a viver. A vergonha era demais ! Ela queria fugir, se esconder do mundo e de todos !

Nisso, as pessoas da empresa estavam retornando do almoço e Marilu saiu correndo para se esconder no banheiro feminino. Não queria ver ninguém, não queria falar com ninguém. Queria sumir !

E no banheiro, trancada, continuou a chorar, pois aquela dor não passava.

Nisso entra no banheiro, Elaine Cristina, a secretária do jurídico da empresa e houve Marilu chorando. E pergunta o que aconteceu. Marilu em prantos só mostra o vídeo e diz: quero morrer! Elaine Cristina já tinha visto muita coisa no jurídico e sabia que era necessário tomar atitude logo para evitar que se espalhasse mais - se é que isso fosse possível aquela altura do campeonato.

Elaine Cristina levou então Marilu para a delegacia para fazer uma Ocorrência Policial contra Marquinhos pois o que ele tinha cometido um crime e assim, começou a investigação policial.

Marilu não tinha coragem de voltar para a casa, conversar com os pais e com os amigos, assim, Elaine Cristina levou Marilu para a sua casa e naquela noite Marilu conseguiu dormir um pouco. Pois ainda teria que seguir com a sua vida e não sabia como fazer.

No dia seguinte Elaine Cristina disse a Marilu que ela precisava entrar em contato com os pais, que eles deviam estar aflitos e que se ela quisesse iria levá-la até eles. Mas Marilu estava morrendo de vergonha... Como encarar os seus familiares, agora que eles tinham visto o vídeo...

Mais uma vez Elaine Cristina lhe deu forças, afinal o que ela fez - sexo com o namorado, não era problema algum, e quem tinha agido errado era ele. E que as pessoas iriam entender isso.

Com isso Elaine Cristina levou Marilu para casa, a mãe a acolheu abraçou chorando. O pai, mais sisudo, chegou e abraçou mas não falou nada, era o jeitão dele de confortar.

Marilu foi para o quarto e lá ficou aquele dia, e nos próximos. Ela só saia do quarto para ir ao banheiro ou ir na cozinha quando a mãe chamava para comer algo. Emagrecia à olhos vistos.

Elaine Cristina a visitava sempre que podia, e via a luz de Marilu se apagando... Os pais de Marilu não sabiam o que fazer com ela, não sabiam como "consertar" o que tinha acontecido... pois isso não tem conserto, não tem como voltar à trás...

Marilu estava medicada, mas não conseguia sair de casa, seu sorriso tinha se apagado... para ela a vida dela tinha acabado, não fazia sentido continuar vivendo mais. Elaine Cristina e outras amigas passavam para conversar com Marilu, mas nada a animava.

Os pais tiveram então a ideia de levar Marilu para o sítio da tia Zulmira que ficava no interior e assim quem sabe conseguiriam recuperar o sorriso de Marilu. E lá se foi a família para o sítio.

Aos poucos Marilu começou a ajudar a Tia Zulmira nas tarefas do sítio e assim durante anos Marilu permaneceu no sítio encontrando apenas poucas pessoas.

Não conseguia confiar em mais ninguém, continuava com vergonha das pessoas e dos relacionamentos. O que Marquinhos fez marcou a sua vida para sempre.

Depois de um tempo ficou sabendo que ele tinha sido condenado. Mas, para ela foi indiferente, a dor que ela sentiu, não se apagou com esse resultado. Mas pensou: ao menos não vai fazer com outra pessoa o que fez comigo.

E seguiu a sua vida, marcada por aquela dor e com a certeza de que não podia confiar em ninguém ...


***

#renatavilasboas #direitodefamília #familia #vidaemfamília #revengeporn #crimecibernético


Conheça a nossa articulista Renata Malta Vilas-Bôas e acesse as suas redes sociais na sua Coluna Semanal Vida em Família: Questão de Direito: https://www.cartapolis.com/vidaemfamilia

311 visualizações

Posts recentes

Ver tudo