SE CHAMAREM O MEIRELLES, ELE RESPONDERÁ QUE IRÁ, COMO O PIRES

O novo slogan de campanha do pré-candidato Henrique Meirelles será “Chame o Meirelles”.

Quer passar ao brasileiro o conceito da chamada de um homem providencial para resolver a parada toda vez que o País entra em parafuso em sua economia.

E transportar a ideia de que o ex-ministro da Fazenda foi o responsável nos governos Lula – como presidente do Banco Central – e Temer, pela credibilidade da política econômica pela presença no Ministério da Fazenda de um homem que impõe respeito..

Só tem um probleminha, associado ao passado do regime militar. No governo Figueiredo houve um ministro do Exército conhecido por ser extremamente “linnha dura”.

Era o general Walter Pires.

Quando Figueiredo queria impor sua autoridade ou fazer medo a algum oposicionista no Congresso, gritava:

– “Chamem o Pires!”

Todo mundo ficava caladinho.

A sorte do Meirelles é que ninguém mais se lembra disso.

1 visualização