Um Passo Para Trás

Por PAULO BEZERRA


Qual é o melhor momento para rever sua situação financeira?


Você está em uma estrada e acabou pegando uma bifurcação, na entrada errada, e você tem duas opções:  volta, ou segue adiante com a esperança que tudo se resolva.


É preciso fazer sua parte e não esperar que um milagre caia do céu.


No mercado são apresentados diversos milagres, cabe a nós verificarmos quais são ciladas e identificarmos o melhor caminho.


Isto parece trabalhoso, e… É.


Nesta semana vi um outdoor e ao passar em frente a uma financeira, percebi que ambas ofereciam milagre fácil e rápido.


O outdoor prometia saque em espécie do seu limite de cartão de crédito com a liberação no ato, e a financeira oferecia dinheiro extra caso o seu dinheiro tenha acabado e o mês não.


Se você está precisando de dinheiro para uma eventualidade, você deve procurar a melhor alternativa para a sua necessidade, porém, se a sua necessidade é completar o mês que não acaba com o seu bolso já vazio, as duas alternativas são análogas à situação de prosseguir na estrada mesmo sabendo que o caminho está errado.


O pior é quando persistimos no caminho errado e acabamos entrando em uma bola de neve, pois, enquanto ainda tivermos créditos, poderemos ser tentados a ignorar nossa situação de dificuldade e “tapar o sol com a peneira”.


Antes de entrar na financeira ou procurar sacar o limite do cartão você deve analisar o que de fato está acontecendo, pois só existem duas possibilidades: ou você gasta mais do que ganha ou sobra dinheiro no final do mês.


Se está faltando neste mês e você não fizer nada, no próximo mês faltará também e a falta ocorrerá uns dias antes do que ocorreu no mês do socorro (empréstimo).


É preciso estar atento à hora de cortar gastos e procurar identificar os vazamentos (de dinheiro). É difícil, mas do contrário ficará mais complicado quando seu nome estiver negativado e os credores ligando incessantemente.


Um passo para trás é o que devemos fazer quando identificamos que algo está dando errado, e o melhor momento para isto, é o quanto antes.


Parece que agora é tarde? Acredite-me se agora é tarde, amanhã será mais tarde ainda, portanto, observe suas finanças constantemente e não se deixe nunca entrar numa “bola de neve” de dívidas.


Depois de sanada a situação financeira procure nunca mais entrar em dívidas e comece a colocar o dinheiro na caixinha.



#Empréstimo #PauloBezerra #Situaçãofinanceira