Um Rolê pelo Farol Santander

Atualizado: Fev 17

Por LEO LADEIRA

Ícone de São Paulo é repaginado e transformado em centro cultural

Ele é um símbolo da paisagem de São Paulo. Por quase 20 anos foi o prédio mais alto da cidade. O Farol Santander, antigo Edifício Banespa, foi inteiramente revitalizado, tornando-se mais uma importante atração no expressivo circuito artístico-cultural paulistano.

O prédio permaneceu fechado por três anos e foi reaberto no dia 25 de janeiro de 2018, dia do aniversário da cidade. São 35 andares que hoje oferecem diversas atrações, de mostras de arte a uma rampa de skate!

A Carta Polis faz hoje um rolê por esse cartão postal de São Paulo!


O Edifício

Conhecido pelos paulistanos como prédio do Banespa, o edifício na verdade chama-se Altino Arantes, em homenagem ao governador do Estado no período de 1916 a 1920.

O edifício foi construído a partir de 1939 para ser a sede do Banco do Estado de São Paulo, o extinto Banespa e foi inaugurado em 1947 pelo então governador Adhemar de Barros. Com 161,22 metros de altura, o projeto do arranha-céu foi inspirado no famoso Empire State building de Nova York. Durante mais de uma década o Banespa foi o prédio mais alto da cidade, até ser superado pelo Mirante do Vale, em 1960.

No ano de 2000, o Banespa foi privatizado, sendo vendido ao Banco Santander, que respeitou a arquitetura original do edifício, não fazendo nenhuma alteração significativa na fachada do mesmo.


Farol Santander

A reforma empreendida pelo Santander não só recuperou o brilho do prédio histórico, mas agregou ainda mais valor cultural, preservando a memória deste patrimônio paulistano e oferecendo ao público novas experiências e conexões. Só em seu primeiro ano de funcionamento, o Farol Santander recebeu mais de 300 mil visitantes, tornando-se um dos destinos mais procurados pela população e turistas da capital.

Atrações

São 14 andares abertos ao público. A visita começa já no hall de entrada do edifício, onde pode-se contemplar o belo lustre de 13 metros, com mais de 10 mil cristais e 150 lâmpadas. Há também uma lojinha de souvenires.

A história do prédio e da própria cidade de São Paulo são contadas no 2º, 3º, e 5º andares. Ali funcionam o Espaço Memória, trazendo mobiliários originais e objetos do acervo da Coleção Santander Brasil.

No 4º andar encontra-se a instalação “Vista 360”, feita pelo artista Vik Muniz. Trata-se de painéis de fotos da vista do mirante feitas por Vik utilizando material de sucata da própria reforma do edifício. Nos andares 19º, 20º, 22º e 23º são apresentadas as exposições temporárias.

No 26º andar, o público pode acessar o famoso mirante e admirar a capital paulista, a 160m de altura. De lá se tem uma ampla visão de São Paulo e seus marcos históricos, como o Páteo do Colégio, a Catedral da Sé, o Mercado Municipal, o Mosteiro de São Bento, entre outros.

Junto ao Mirante funciona o charmoso Suplicy, um café de inspiração art déco. Oferece almoço de terça a sexta-feira, das 12h às 15h, e um brunch aos sábados e domingos, das 9h às 16h. Imperdível!

No 21° andar encontra-se uma pista de skate! Sim! Reservando um horário, o skatista pode fazer manobras e ainda admirar a vista do centro da cidade!

Se você ficou com vontade de dar esse rolê, da próxima vez que for a São Paulo não deixe de agendar uma visita a esse importante cartão postal da cidade!


Serviço Farol Santander

Rua João Brícola, 24

Centro, São Paulo - SP Horário de funcionamento: Terça a Domingo das 9h às 20h* *confira os horários de funcionamento de visitação e da bilheteria.

Fotos: Alexandre Siqueira Leo Ladeira


#farolsantander

#sãopaulo

#turismocultural