VOCÊ COMPRARIA AS GARRAFAS DE VINHOS DE MALUF?

Na época de Richard Nixon, chargeado por sua destrambelhice,  gostos duvidosos e um ânimo inveterado por  posturas alheias ao código penal, seus adversários espalhavam entre  cartunistas:  “Você  compraria um carro usado de Nixon?”

Hoje, no Brasil, ocorre um fenômeno na mesma linha, com outro condenado na politica,  o ex-deputado Paulo Salim Maluf.

Encarcerado em sua mansão por prisão domiciliar, talvez precisando fazer dinheiro pois a Interpol não lhe permite  ter acesso ao provável se no exterior, Maluf colocou à venda sua imensa coleção de vinhos a um preço de R$ 15 milhões.  É pegar ou largar.

Mas, como Nixon, cabe a indagação: “Você  compraria uma coleção de vinhos guardadas na adega de Paulo Maluf?”

2 visualizações